Para traduzir / to translate

sábado, 16 de julho de 2016

Ex Muçulmano, Cristão sai da sela com animais ferozes ileso

Ex Muçulmano, Cristão sai da sela com animais ferozes ileso

Semelhante ao profeta Daniel, advogado egípcio experimentou milagre na cadeia de não ter sido devorado pelas feras famintas 

Cristão é jogado em cela com animais ferozes e sai ileso
por Jarbas Aragão 

Um ex-muçulmano egípcio foi preso e torturado após se converter a Cristo. Milagrosamente, escapou de ser morto por animais ferozes, num relato que lembra a história bíblica do profeta Daniel.
Segundo foi noticiado pela Christian Today, o advogado egípcio Majed El Shafie entregou sua vida a Cristo depois de ser evangelizado por um amigo e estudar a Bíblia com ele. El Shafie era um homem influente em sua comunidade. Nascido e criado em família muçulmana, após sua conversão foi proibido de advogar e acabou preso por apostasia. Enviado para Abu Zaabel, no Cairo, passou meses na penitenciária conhecida como “Inferno na Terra”.
Enquanto estava na prisão, El Shafie foi submetido a várias formas de tortura, incluindo ser espancado, queimado, cortado e amarrado a uma cruz por dois dias inteiros. O tempo todo, seus agressores exigiam que confessasse quem eram os cristãos com quem ele se reunia.
Certo dia, durante uma sessão de tortura, cães ferozes foram colocados pelos guardas na sala onde ele estava. O advogado temeu ser devorado vivo, pois os animais estavam famintos, mas permaneceu em oração e viu uma cena que lembra a história bíblica de Daniel na Cova dos Leões. Os cães ficaram calmos e sentaram perto de El Shafie, sem feri-lo. Seus captores ficaram irritados e trouxeram outros cães, mas aconteceu a mesma coisa.
No quarto dia de sua tortura, o ex-muçulmano decidiu confessar: “Eu vou dizer quem é o nosso líder, e se vocês puderem pegá-lo, ele poderá dizer os nomes de todos os membros. O nome do nosso líder é Jesus Cristo”. Isso deixou os guardas ainda mais nervosos.
Apanhou tanto que, dias depois, foi levado para um hospital para se recuperar de seus ferimentos. Desidratado por ter ficado dias sem comida nem água, conta que recebeu uma visita de Jesus, que lhe ofereceu água.
Foi quando soube que tinha sido condenado à morte. Com a ajuda de amigos, ele conseguiu fugir para Israel. De lá, foi para o Canadá, onde foi aceito como refugiado. Estou teologia e se tornou pastor. Há anos vem trabalhado para ajudar os cristãos perseguidos. Fundou a One Free World International uma ONG que luta pelos direitos humanos, sobretudo a liberdade religiosa.
“Nossos inimigos têm um exército muito forte, tem armas muito fortes, mas nós temos o Senhor Todo-Poderoso. Eles podem matar o sonhador, mas ninguém pode matar o sonho”, ensina.
Recentemente, recebeu o prêmio “Raoul Wallenberg Citation for Moral Courage”. Quando dá seu testemunho, menciona a história dos cães. “Eles são treinados para ouvir seus mestres, mas não há maior mestre que o Senhor Jesus Cristo”, comemora.
Comentário: Esta é uma ótima noticia! E um grande milagre que somente Deus na pessoa de Jesus Cristo pode realizar, salvar um ex muçulmano, convertido ao cristianismo, sair ileso da prisão com animais famintos, depois de ser torturado, e ainda estar vivo, e hoje testemunha e anuncia as boas noticias do evangelho de nosso Senhor e salvador Jesus Cristo que tem todo pode no céu e na terra, os inimigos não tem poderes nenhum se do céu não for permitido, todo sofrimento tem um fim, e toda injustiça tem fim, porque a vitoria é certa, e no fim a vida eterna esta garantida, basta crer e confiar em Deus.
Veja outras noticias semelhantes neste blogue: 

BRASILEIRA É DESTAQUE INTERNACIONAL POR SALVAR 3.000 MIL CRIANÇAS DO ABORTO

CONVERSÕES DE MUÇULMANOS SE CONVERTEM A CRISTO!

MUÇULMANO BUSCA ALÁ E JESUS ENCONTRA


ESTADO ISLÂMICO AMEAÇA DE MORTE PASTORES PRESOS

Ex muçulmano terrorista lider do Hezbollah se converte à Cristo e se torna missionário

FREIRA IMPLORA POR CRISTÃOS ESTUPRADOS, VENDIDOS E MORTOS PELO ISIS

DILMA É ISLAMOFOBIA OU CRISTOFOBICA? TODO CRISTÃO PRECISA SABER!

Travessia do Mar Vermelho - Arqueologia e Estudos Provam a existencia!




quarta-feira, 6 de julho de 2016

Maior parte das comemorações do futebol são de manifestações religiosa

Maior parte das comemorações do futebol são de manifestações religiosa

Agradecer a Deus pelos gols feitos, são praticas mais comuns no futebol, ainda que a FIFA proíba

por Leiliane Roberta Lopes
Quase um terço das comemorações no futebol são religiosasBruno Rangel, artilheiro do Brasileirão com 7 gols, costuma comemorar apontando para o céu
Das 249 comemorações de gols marcados na Série A do Campeonato Brasileiro, 27% foram menções religiosas, segundo um levantamento feito pela Band.
Dos atletas que marcaram esses gols, 68 deles aproveitaram o momento para agradecer à Deus, pelo desempenho no jogo. Entre as ações identificadas pela emissora estão: apontar com o dedo para o céu, se ajoelhar no gramado, fazer o sinal da cruz e outros.
Comemorações religiosas são algo comum entre os atletas brasileiros, mais comum que as declarações de amor que os atletas fazem para suas esposas como fazer um coração com as mãos ou beijar a aliança.
A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) já chegou a ser notificada pela Fifa sobre essas comemorações em 2010 por conta da Copa do Mundo.
Na época, além de gestos religiosos, alguns atletas comemoravam também mostrando mensagens na camiseta, algo duramente criticado pela Fifa.
Mas os demais gestos continuam sendo realizados pelos jogadores que, no calor da emoção, se mostram gratos à Deus por marcarem gols. E isso não acontece apenas na série A, no jogo entre Macaé e Portuguesa, pela Série C do campeonato, os atletas do Macaé se ajoelharam e falavam “glória a Deus” depois que Magnum marcou o segundo gol e garantiu a vitória do time.
Comentário: É bom ver e saber que a maioria das manifestações no meio do futebol, serem em agradecimentos ao Senhor, que é o dono de toda boa dadiva, e todo dom supremo, pois dele para ele são todas as coisas. As criticas também fazem parte desta manifestação, para mostrar quem são os agradecidos e os que não são agradecidos, quem são de Deus e quem não são de Deus.
A FIFA é um órgão privado, que controla o futebol, e como tal deveria ser imparcial, ter opinião democrática quanto a crença e valores de cada um de cada clube, de cada sociedade, e não se entrometer na fé de cada um, proibindo qualquer manifestação de agradecimento dentro dos clubes, dos estádios e dos gramados mas age como anti-cristã.