Para traduzir / to translate

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Arca de Noé comportaria 70 mil animais?! Estudo cientifico diz que sim

Arca de Noé comportaria 70 mil animais?! Estudo cientifico diz que sim 

Universidade comprova que a Arca comportaria todos os animais


Desde que o filme Noé obteve grande sucesso nos cinemas, a história bíblica da salvação dos animais do Dilúvio voltou a ser comentada. Inclusive no meio acadêmico.
Estudantes do mestrado de Física e Astronomia na Universidade de Leicester, Inglaterra fez um aprofundado estudo sobre as dimensões exatas da grande barca descritas em Gênesis. Sua motivação era descobrir se uma construção tão grande e tão pesada poderia mesmo flutuar.
Deus instruiu Noé a construir uma arca com 300 côvados de comprimento por 50 de largura e 30 de altura. Mandou usar madeira de Gofer e revestir com pinche.
Os estudantes ingleses começaram tomando por base as medidas de côvado usadas pelos hebreus e egípcios. Estabeleceram uma média para tentar descobrir com exatidão o quanto ele mediria. Os hebreus adotavam a medida de 44,5 centímetros, enquanto que o dos egípcios tinha 52,3 centímetros. Os pesquisadores adotaram a média, ou seja, 48,2 centímetros.
Feita a multiplicação a partir desse referencial, concluíram que a Arca tinha 144,6 metros de comprimento por 14,1 m de altura e 24,1 m de largura. Isso seria semelhante ao tamanho dos grandes navios cargueiros que existem hoje, como Ark Royal.
Os pesquisadores dizem que Gofer poderia ser cedro, cipreste ou pinheiro. Para efeitos da pesquisa foi utilizado o cipreste, estimando que seria semelhante em densidade. O peso da arca vazia seria cerca de 1,2 milhão de quilos.
Pelas leis da física, para flutuar, um objeto precisa exercer uma força igual ao peso da água deslocada por ele. Portanto, a arca afundaria se sua densidade fosse maior que a da água ao seu redor.
O estudante Benjamin Jordan, 21, explica: “Usando as dimensões da Arca e a densidade da água, fomos capazes de calcular a força de empuxo. Isso, de acordo com o princípio de Arquimedes, é igual ao peso do volume de fluído deslocado pelo objeto”. “Não há dúvidas que o peso gravitacional superaria a força de empuxo, fazendo com que o ela não afundasse”
A pesquisa indicou que para abrigar todos os animais que a Bíblia pedia, seriam necessários 8.454 metros quadrados, com a capacidade de cerca de 34 metros cúbicos de espaço. Seria o equivalente a 445 vagões, ou 10 trens com 44 vagões cada.
Tendo um formato de “caixa”, poderia carregar 51 milhões de quilos, sem afundar. Isso seria o equivalente ao peso de 70 mil animais, levando em conta o tamanho e peso médio de cada espécie. Eles usaram esse referencial a partir de uma pesquisa anterior, a qual estima que havia cerca de 35 mil espécies de animais que precisariam ser salvos por Noé.
Presumindo que todas as espécies marinhas permaneceram no oceano, logo a arca acomodaria perfeitamente todas as espécies que existiam naquele tempo.
A conclusão dos ingleses é que um barco com essas dimensões e peso poderia sim flutuar. O estudante Thomas Morris, 22, esclarece “Não estamos tentando provar que ela realmente existiu, mas o que está relatado [na Bíblia] definitivamente funciona”. Com informações de Telegraph
Comentário: Eu também acredito que sim, pois várias outras arcas de Noé já foram construídas pelo mundo e colocadas nas águas, mais sem todos os animais. E como a Arca foi descrita, narrada pelo próprio Deus descrevendo para seu servo Noé como deveria ser construída, dai é mais um motivo dos cristãos e todo mundo acreditar.
Hoje temos grandes embarcações flutuantes, que transportam grandes toneladas de materiais de todas os tipos, é um motivo também para acreditarmos que a arca de Noé poderia ser possível carregar todos os animais já que ela era muito grande e hoje embarcações maiores ainda pode ver navegando os sete mares mundo a fora.


Veja outros assuntos relacionados neste blog:
BÍBLIA DE MARTINHO LUTERO DE 1634 É ENCONTRADA EM BLITZ POLICIAL NA ALEMANHA

LIVRO DE MARTINHO LUTERO COM ANOTAÇÕES É ENCONTRADO NA FRANÇA


Bíblia com dedicatória de Albert Einstein é vendida por 150 Mil R$


sábado, 17 de outubro de 2015

Na Asia escolinha de futebol prega o amor de Cristo para pais e filhos e meio a perseguição religiosa

Na Asia escolinha de futebol prega o amor de Cristo para pais e filhos em meio a perseguição religiosa

Crianças são alcançadas na Ásia através do Futebol
Crianças são alcançadas na Ásia através do Futebol
A Junta de Missões Mundiais (JMM) é uma organização missionária da Confederação Batista Brasileira (CBB), fundada em 1907, que atualmente atua em mais de 80 países.
A organização possui diversos programas para a evangelização, entre eles, destaca-se o Programa Esportivo Missionário (PEM), uma escolinha de futebol que promove o esporte associado às boas novas do Evangelho.
É através do PEM que o casal Suresh e Prena, atuantes no Sul da Ásia (região que compreende Índia, Bangladesh, Butão, Maldivas, Sri Lanka, Nepal e Paquistão), têm compartilhado com os mais jovens ensinamentos cristãos e o amor por Cristo.
Mas o projeto não visa apenas alcançar crianças, os pais também são evangelizados.
Como forma de incentivar os alunos e aproximar seus pais, os missionários separam um dia do mês para celebrar os aniversários do período, com as crianças do projeto e suas famílias.
O projeto é um sucesso, tanto pelo lado evangelístico, quanto pelo social – os pais relatam que após iniciarem na escolinha o desempenho escolar dos filhos melhora – e esportivo – em Agosto um aluno de 15 anos foi selecionado para treinar num time alemão.
O país específico em que o trabalho é realizado não pode ser relevado, para não por em risco a segurança do casal missionário. Mas segundo informações da própria JMM, há perseguição religiosa no local e recentemente diversas organizações cristãs não governamentais foram fechadas.
O casal Suresh e Prena pede oração, pois como fruto da escolinha desejam plantar uma igreja e preparar uma liderança local para assumi-la.
Comentário: Esta obra é de Deus e ela não pode para, quer seja abertamente ou de forma camuflada ou esportiva, o importante é que vidas e almas vão sendo salvas, e abençoadas, por meio do evangelho de Cristo que tudo pode e a todos devem alcançar antes que venha o grande dia do Senhor até que Ele venha nos levar para eternidade!
Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem.Romanos 12:21
E ao que vencer, e guardar até ao fim as minhas obras, eu lhe darei poder sobre as nações, Apocalipse 2:26
Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono. Apocalipse 3:21
Nada temas das coisas que hás de padecer. Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão, para que sejais tentados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida. Apocalipse 2:10


Veja outros assuntos relacionados:

DO FUNDO DO POÇO À VOLTA POR CIMA: COMO A A FÉ EM CRISTO MUDOU A VIDA DO GOLEIRO FÁBIO

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Mitos e verdades sobre as baterias dos celulares

Mitos e verdades sobre a bateria dos celulares


Tomada de 220V carrega o celular mais rápido? Mito. De acordo com o professor de Engenharia de Computação do Instituto Mauá, João Carlos Lopes Fernandes, o adaptador do carregador converte e diminui a tensão para a que o celular aceita. Logo, não faz diferença alguma carregá-lo numa tomada de 220V.

Carregadores genéricos queimam a bateria? Verdade em partes. É preciso ficar atento à corrente que o carregador e o celular suportam. Se a corrente elétrica do carregador for maior que a bateria suporta, ela pode queimar. O problema, na verdade, está nos carregadores "piratas", de fornecedores desconhecidos, que não foram projetados especificamente para o telefone que o usuário quer recarregar. Alguns aparelhos mais sofisticados possuem sistema de proteção que desarma o aparelho para ele não queimar, mas são exceção no mercado.

Carregadores portáteis comprometem a bateria? Mito. Desde que sejam originais. Eles usam portas USB e têm uma potência menor, por isso demoram mais para carregar, mas não têm impacto na vida útil da bateria.
O telefone carrega mais rápido no modo avião? Verdade. Segundo o professor Fernandes, no modo avião o celular não está fazendo comunicação com a rede, por isso deixa de consumir a energia que essa atividade utiliza. Porém, seria preciso fazer um estudo para mensurar quão mais rápido a bateria carrega nesse modo.A desvantagem desse truque é que, enquanto o aparelho estiver no modo avião, não pode receber ligações ou acessar a internet.
As baterias dos celulares de hoje não viciam? Verdade. Antigamente era preciso fazer uma carga completa, após o celular ‘zerar’, para evitar que a bateria viciasse. Com as baterias novas, isso não acontece mais e é possível carregá-las a todo e qualquer momento.
Deixar o celular plugado na tomada mesmo quando a bateria já está em 100% carregada, afeta o desempenho do aparelho celular? Mito. Quando a bateria chega em 100%, o circuito elétrico da carga desarma e para de carregar a bateria.Já vi noticias de celulares estouraram e queimaram os usuários que falam com o celular ligado, não por causa do sistema de engenharia dos celulares, mais por causa da falta de manutenção e envelhecimentos dos materiais usados, tomadas, cabos, baterias, e celulares, mais são exceção. Na maioria dos incidentes, a culpa recaiu no uso de carregadores não originais e de má qualidade. Se o usuário utiliza um carregador de qualidade, não deve ter nenhum problema de segurança. (mais a energia elétrica continua a ser consumida do seu relógio de luz, pela causa de economia é bom desligar da tomada apos a bateria do celular estiver carregada).

Carregar o smartphone desligado é melhor? Mito em partes. De acordo com o professor do Instituto Mauá, quando o celular está desligado, todo o circuito vai direto para a bateria e não se distribui para outras funções que o telefone desempenharia se estivesse ligado. Assim, não é exatamente uma regra carregar o celular desligado, é apenas ‘recomendável’As baterias antigas duravam mais do que as novas? Mito. Hoje todos os telefones estão conectados à rede de dados e isso consome muita bateria. Segundo o professor, hoje não existe mais o modo ‘standby’, no qual o celular ficava esperando para receber ligações: é como se ele ficasse constantemente em modo conversação. “Se fosse usar uma bateria antiga num smartphone de hoje, ela não duraria uma hora”, exemplifica
Resultado de imagem para carregar bateria do celular ate o fimÉ melhor usar a bateria até o final para depois carrega? Mito. Novas baterias dos celulares não tem essa restrição.
O período em que a bateria retém a carga diminui com o tempo? Verdade. Bateria de smartphone é igual bateria de carro: com o passar do tempo, não segura mais carga e isso está ligado à vida útil dela. Hoje, uma bateria de smartphone tem uma vida útil média de 2 anos.
É bom deixar o celular desligado por um tempo? Mito. Segundo o professor Fernandes, não há necessidade de desligar o celular. Só é preciso desligá-lo se a conexão dele travar, ou seja, quando, por algum motivo, ele não consegue fazer ou receber ligação.
Veja outros assuntos neste blog:Uso de Extensivo de Telefone Celular Pode Triplicar Risco de Câncer de Cérebro

Quais são os 5 smartphone que emitem mais radiação?

Leia. VERDADEIRO E FALSO sobre os cuidados com os computadores

- BÍBLIAS AS TECNOLOGIAS PROPÕEM VÁRIOS TIPOS DIFERENTES, PARA LER, DIVULGAR E BAIXAR